Aa Aa Aa

Criança e ortodontia

Quando deve ser a primeira consulta ao ortodontista?

Apesar de não existir idade mínima para realizar a primeira consulta ao Ortodontista, a época mais oportuna é no começo da troca dos dentes de leite pelos dentes permanentes, ou seja, entre 05 e 08 anos de idade. A prevenção em Ortodontia em crianças e adolescentes é feita através da instalação, ativação e controle de aparelhos fixos ou ortopédicos removíveis para corrigir a posição dos dentes e dos maxilares no conjunto da face.

O que são aparelhos ortopédicos?

Os aparelhos ortopédicos removíveis são usados em crianças e adolescentes como melhor opção para a correção do posicionamento dos maxilares e dos dentes. São um instrumento eficaz em pacientes respiradores bucais, pois fazem a fisioterapia oral posicionando de modo adequado a língua, lábio e bochechas, facilitando desta forma a respiração nasal.

 

Quando um tratamento ortodôntico deveria começar?

Não existe uma resposta específica para esta pergunta, porque cada problema ortodôntico determina sua melhor época para iniciar. Por esta razão, a equipe da Ortomix recomenda que todas as crianças deveriam visitar um ortodontista aos 5 anos de idade, ou mais cedo, se um problema for detectado pelos pais, dentista da família ou pediatra. Isto pode surpreender você, uma vez que tratamento ortodôntico geralmente é associado com adolecentes. Entretanto, um exame precoce proporciona ao especialista em ortodontia determinar quando uma criança deveria ser tratada com o melhor resultado, no menor espaço de tempo e custo financeiro. Em muitos pacientes, tratamento preventivo alcança resultados que são inatingíveis uma vez que a face e as arcadas tenham terminado seu crescimento.

 

O que é necessário para uma avaliação ortodôntica?

A Ortomix explica que quem indica o uso do aparelho ortodôntico na idade ideal é o ortodontista. Ele realiza o exame clínico, entrevista dos pais, e pedido de exames radiográficos, fotografias e moldagens dos arcos dentais que revelam o tipo facial, a posição dos dentes, o crescimento ósseo e outros elementos que indicarão o tipo de tratamento mais indicado.

 

Por que acontecem os problemas dentais e faciais?

A maior parte das maloclusões são hereditárias, mas algumas são adquiridas. Problemas hereditários incluem apinhamento dos dentes, espaço demasiado entre os dentes, dentes em excesso ou faltando, fendas lábio-palatinas e uma grande variedade de outras irregularidades das arcadas e da face.  Problemas adquiridos podem ser causados por sucção de dedo, deglutição atípica, vias aéreas superiores obstruídas por amigdalas ou adenóides avolumadas, doenças dentais, ou perda prematura de dentes decíduos ou permanentes. Seja adquirida ou hereditária, muitos destes problemas afetam, não apenas o alinhamento dos dentes, mas também a aparência facial.

 

Por que o tratamento ortodôntico é importante?

Todo mundo quer um sorriso bonito – e todo mundo deveria ter um. O objetivo do ortodontista é alcançar ambos para os pacientes. Dentes apinhados e tortos são difíceis de limpar e manter. Isto pode contribuir para condições que causam, não apenas cáries dentais mas eventualmente doenças periodontais e perda dentária. Outros problemas ortodônticos podem causar desgaste anormal das superfícies dentárias, estresse excessivo nos ossos que suportam os dentes e nos tecidos gengivais. Quando deixado sem tratar, muitos problemas ortodônticos podem tornar-se pior. Tratamento realizado por um especialista para corrigir o problema original e frequentemente menos custoso do que cuidados dentários adicionais necessários para tratar problemas mais sérios que podem desenvolver anos mais tarde. A importância de um sorriso atraente não deveria ser substimado. Uma aparência agradável é um atributo vital para a auto-confiança de um indivíduo. A auto-estima de uma pessoa frequentemente melhora na medida que os dentes, lábios e face são conduzidos à uma harmonia. Neste caso, tratamento ortodôntico pode beneficiar sucesso social ou profissional, bem como melhorar a atitude geral de uma pessoa em relação à vida.

 

Quais outras especialidades complementares ao tratamento ortodôntico?

A Ortomix, com a Ortodontia e Odontopediatria, trata seus pacientes de maneira interdisciplinar, isto é, quando necessário encaminham seus pacientes para serem avaliados por fonoaudiólogo, otorrino, médico pediatra e outros, pois hoje é muito comum os problemas ortodônticos estarem a associados a questões respiratórias, mastigatórias, fonéticas, doenças estas que atrapalham o desenvolvimento ideal da criança e dificultam até mesmo a prática de esportes, essencial para o bom desenvolvimento infantil.

 

Texto escrito pelo Dr. Valter Luis Varise – ortodontista e odontopediatra da Ortomix.